quinta-feira, 22 de novembro de 2012

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Nosso tempo

Perdoa meu destempero, morena.
É essa falta de preparo
Que me condena a chorar.
A doçura do teu nome
Precisa, de uma vez,
Reduzir-me a teu escravo.
Das guerras que travo,
Contra não sei que mal,
Somente perco
Se falta tua mão.
Mesmo sem ter razão
Ela cicatriza minhas feridas
E afasta meu medo.
Não sei se ainda é cedo
Você sabe quanto tempo já passou
E o tempo que quero estar contigo
É o que não posso contar.

Picos-PI, maio de 2011

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Kseniya Simonova - Sand Animation

Grande talento, direto da Ucrânia.

Uma estória de amor é interrompida pela invasão nazista na Rússia.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Com saudades ...

... e melancólico nesta noite.

"Oh, I believe in yesterday"

terça-feira, 10 de agosto de 2010

MERECIDO!

Velozes e Furiosos 5 contará com MV Bill na trilha sonora, diz jornal

10/08/2010 14h47 - Do Cineclick

O quinto filme da franquia de Velozes e Furiosos tem o Rio de Janeiro como cenário - mesmo não sendo filmado aqui, mas em Porto Rico. E a participação brasileira não fica só por aí. Segundo a coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, o longa-metragem contará com um brasileiro na trilha sonora.

O rapper MV Bill fará uma música para Velozes e Furiosos 5. Ainda, segundo o colunista, Bill entra em estúdio ainda esta semana para gravar sua música.

Na trama, Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker) serão fugitivos perseguidos por um xerife linha dura, porém, não foram divulgados mais detalhes sobre o roteiro, que é assinado por Chris Morgan (O Procurado).

Dirigido por Justin Lin (Annapolis), o filme terá Neal H. Moritz (A Volta do Todo Poderoso) como produtor.

A estreia está prevista para 10 de junho de 2011.

Satisfação dobrada em assistir esse filme...

terça-feira, 30 de março de 2010

Caminhos para o Sucesso

Existem vários caminhos para o sucesso.

Um deles é saindo de Nova Russas em direção a Crateús.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher

- Mãe, a senhora sempre quis ser mãe?
- Sempre não.
- E quando a senhora teve a certeza disso?
- Quando eu já namorava há algum tempo com seu pai. Hoje em dia as mulheres só querem ter um ou dois filhos, mas eu sempre quis ser que nem a minha mãe e ter quatro filhos.
- E a senhora nunca se arrependeu?
Com olhar firme e postura pensativa, olhando nos meus olhas ela respondeu:
- Não. Nunca. Eu nunca me arrependi de nenhum de vocês.


Hoje não é dia das mães, mas minha mãe é uma boa referência para mim da figura de uma mulher: sensivel, briguenta, de boa índole, vaidosa e leal aos seus princíos. Minha mãe tem atributos que não sei se ainda vou encontrar em mim.